quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Alckmin: sigilos autoprotetores pra lá de suspeitos

GilsonSampaio

Na ditadura qualquer investigação sobre o governo podia acabar no DOI-CODI e no pau-de-arara. Investigação só para os opositores.

Hoje, pelo que vemos todo santo dia, vivemos uma ditadura judiciária-midiática aos moldes da ditadura militar: investigação só do governo e o pau-de-arara é a mídia corrupta a promover torturas e assassinatos morais diuturnamente.

Mais fascismo, impossível.

São Paulo, desavergonhadamente, é o centro irradiador dessa “neo-ditadura”  assimilada por uma população alienada pelo conservadorismo atávico.

Impeachment. Impíxa. Impitcha.  Grita a oposição golpista (também por temor de uma investigação contra si e a possibilidade de amordaçar o Ministério Público) alimenta a mídia corrupta e as redes sociais reverberam o destilado de ódio e fascismo.

Já em São Paulo...

Alckmin tenta de todas as formas se blindar contando com comportamento indulgente da justiça e da mídia.

1 – até o paulista-coxinha mais empedernido sabe da corrupção no Caso Trensalão(Alstom, Roubanel, buraco do metrô...) denúncias originadas da França e Suiça.  Como a justiça paulista, o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a mídia corrupta fazem cara de paisagem, Alckimin se sentiu a vontade para decretar sigilo ultrassecreto de 25 anos para a papelada que pode colocar a tucanalhada na cadeia. Nesse caso, houve reação e o decreto auto-protetor foi “des-decretado”.

2 - até o paulista-coxinha mais empedernido sabe também  que a falta d’água em São Paulo é de responsabilidade intransferível dos sucessivos governos tucanos ao priorizar o pagamento de dividendos aos acionistas em detrimento de obras de infraestrutura. Alkmin entra novamente em ação e decreta sigilo de 5 anos para a papelada da SABESP. (alguém ainda se lembra que Serra veiculou propaganda da SABESP em Rondônia?)

3 – São Paulo aumenta cada vez mais sua fama de abrigar esquadrões da morte dentro da PM. Estão aí as notícias de massacres sucessivos. Pois bem. Que fez Alckmin? Decretou sigilo de 15 anos sobre os dados da PM.

Tem também espancamento de estudantes secundários que protestavam contra o fechamento de escolas públicas, favorecimento da mídia corrupta na compra de revistas para as escolas, impressão de material didático em gráficas da mídia corrupta etc.

Esse é apenas um brevíssimo vislumbre sobre o descalabro do estado tucano, sobre o viés antidemocrático da tucanalhada paulista.

E você, não desconfia que tanto sigilo autoprotetor seja claro indício de bandalheira das brabas e um soco na sua cara por falta de transparência?


Isso é democracia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.