segunda-feira, 6 de julho de 2015

Como a canalha bancária capturou a Grécia

GilsonSampaio

GRÉCIA É PENALIZADA POR ALGO QUE NÃO DEVEO Repórter Brasil, jornal da Tv Brasil, conversou com Maria Lúcia Fattorelli, especialista em dívida pública e integrante da Auditoria Cidadã da Dívida, que esteve na Grécia para analisar a situação daquele país, a convite do governo de Alexis Tsipras. Segundo Fatorelli, a Grécia não deve tudo que os credores dizem. "A conclusão a que nós chegamos é que a Grécia, de 2010 pra cá, não recebeu recursos. Ela recebeu papeis. Papeis que vieram de uma empresa privada, localizada em Luxemburgo, da qual os países europeus são sócios. Essa empresa foi criada no auge da crise financeira em 2010, para salvar os bancos privados em crise, e ela faz uma espécie de reciclagem, tirando esses papeis podres, que estavam abarrotando o balanço dos bancos privados. Papeis desmaterizalidos, não comercializáveis. Olha, é um escândalo. Essa empresa foi criada no mesmo dia em que foi endereçado o pacote de salvamento , entre aspas, para a Grécia. Então o país está sendo praticamente utilizado", explica a auditora fiscal. Assista a esclarecedora entrevista!

Posted by PSOL 50 - Partido Socialismo e Liberdade on Segunda, 6 de julho de 2015

GRÉCIA É PENALIZADA POR ALGO QUE NÃO DEVEO Repórter Brasil, jornal da Tv Brasil, conversou com Maria Lúcia Fattorelli, especialista em dívida pública e integrante da Auditoria Cidadã da Dívida, que esteve na Grécia para analisar a situação daquele país, a convite do governo de Alexis Tsipras. Segundo Fatorelli, a Grécia não deve tudo que os credores dizem. "A conclusão a que nós chegamos é que a Grécia, de 2010 pra cá, não recebeu recursos. Ela recebeu papeis. Papeis que vieram de uma empresa privada, localizada em Luxemburgo, da qual os países europeus são sócios. Essa empresa foi criada no auge da crise financeira em 2010, para salvar os bancos privados em crise, e ela faz uma espécie de reciclagem, tirando esses papeis podres, que estavam abarrotando o balanço dos bancos privados. Papeis desmaterizalidos, não comercializáveis. Olha, é um escândalo. Essa empresa foi criada no mesmo dia em que foi endereçado o pacote de salvamento , entre aspas, para a Grécia. Então o país está sendo praticamente utilizado", explica a auditora fiscal. Assista a esclarecedora entrevista!
Posted by PSOL 50 - Partido Socialismo e Liberdade on Segunda, 6 de julho de 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.