quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

A aviadora Gol e o gol contra a humanidade. Cadê o Ministério Público Federal? Cadê a Anac?

GilsonSampaio

Há uma reparação a ser feita. Segundo a TV Brasil, a moça recusou ajuda devido às características específicas da deficiência. A ajuda não especializada coloca em risco a cadeirante. Peço desculpas aos passageiros e tripulação, o restante eu mantenho. 
Desculpas também aos leitores e leitoras.

10404295_928711847139762_2048782404286356921_n

A empresa deveria ser processada por crime contra os direitos humanos e a cambada que está no avião, por omissão.
Não há desculpa que justifique esta cena que bem retrata os dias atuais. Dias de "o problema é dela e da empresa" e "anda logo que está atrasando o vôo”.
Nessa hora aflora o que há de pior: a Lei de Talião: que os donos da empresa, diretoria, tripulação e passageiros passassem o dia inteiro ralando a bunda nessa escada.
Uma pra cada um. Sem descanso.
Cadê o Ministério Público Federal? Cadê a Anac?
" Pelo menos a Gol já se comprometeu a não deixar que se repitam situações assim."; tá brincando né deputado Nilmário Miranda? Quando menos, bastavam dois carregadores de malas para evitar a humilhação e o menos caso a que foi submetida essa humana, essa gente, essa pessoa, essa a mim semelhante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.