sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

"Não é uma gracinha?": canalha bancária paga multa com dinheiro de pinga

 GilsonSampaio

Não é necessário ser um expert em matemática financeira para saber da importância do câmbio para a saúde econômica/financeira de qualquer país.

O CADE- Conselho Administrativo de Defesa Econômica – em outras palavras é uma agência reguladora(argh!) do mercado, um tipo de fiscal da livre concorrência.

Pois bem. Tá lá na capa do site do CADE:

Cade celebra cinco acordos em investigação de cartel no mercado de câmbio no exterior e abre nova investigação de cartel no mercado de câmbio do Brasil. Esses 5 bancos, Barclays PLC, Citicorp, Deutsche Bank S/A Banco Alemão, HSBC Bank PLC e JP Morgan Chase & CO; vão pagar, juntos,  a ‘fortuna’ de 183 milhões de...reais por práticas e manipulação do câmbio.

Ah!, sim, na celebração do acordo há a promessa de não repetirem o malfeito.

Baixou o santo de uma apresentadora já falecida: ‘não é uma gracinha!”

A canalha bancária fode o país, fode a população, ganham bilhões em euros ou dólares com a manipulação do câmbio e o Cade anuncia o dinheiro de pinga como se fosse um grande feito





O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) firmou acordos de cessação  de conduta com cinco bancos investigados no suposto cartel internacional de manipulação de taxas de câmbio. As contribuições pecuniárias são de R$ 80 milhões para o Citi, R$ 51 milhões para o Deutsche Bank, R$ 21 milhões para o Barclays, R$ 18 milhões para o HSBC e R$ 11 milhões para o J.P. Morgan.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.