domingo, 27 de março de 2016

Elaine Tavares: Todo dia é páscoa...

Sanguessugado do Palavras Insurgentes

Elaine Tavares

Pela mão da minha mãe eu conheci Jesus. Um cara fora da casinha. Comia com as putas, com os ladrões, com os mendigos. Trabalhava no sábado, questionava as leis que oprimiam as gentes, anunciava um reino que não era desse mundo. Andarilho, sonhador, falastrão, amigo, raivoso com os vilões. Gosto dele e, por isso, me fiz jesuânica. Conspiro de suas loucas ideias...


Por isso, para mim, todas as manhãs são páscoa... Nelas, eu escuto, tal qual Maria Madalena: "por que procurais entre os mortos aquele que vive?" E como Madalena, saio a saltitar anunciando a boa nova... a rebeldia vive... hoje e sempre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.