sábado, 13 de fevereiro de 2016

Os Estados Unidos invadem militarmente o mundo inteiro

Via IELA


201 conflitos desde 1945

201 conflitos desde 1945

Aqui vão alguns exemplos listados pelo sítio Librered.net.

•    9.800 invasores no Afeganistão.  O presidente Barack Obama, anunciou no dia 15 de outubro de 2015 a sua decisão de manter os 9.800 militares que estão atualmente no Afeganistão, reduzindo essa quantidade para 5.500 em 2017, depois que terminar seu mandato na Casa Branca. Desde o início da invasão, em outubro de 2011, dados oficiais dão conta de que já  morreram mais de 2.400 oficiais e soldados estadunidenses, e outros 20 mil foram feridos.

•     Há 3.500 invasores no Iraque e Síria.

•    Existe 40 navios invadindo todos os mares, o maior deles é o porta-aviões USS Harry S. Truman – com mais de 5.000 marinheiros e oficiais à bordo.

•    Também no Golfo Pérsico opera um grupo anfíbio de infantaria da Marinha, com capacidade para cumprir missões ofensivas de desembarque, encabeçado pelo navio USS Kearsarge, com mais 5.000 marinheiros à bordo.

•    Há 50.000 militares estadunidenses no Japão.

•    Há outros 28.500 militares na Coreia do Sul

•    Há cerca de 1.000 militaresna Austrália e Singapura.

•    Existe a Força Tarefa Combinada Conjunta do Corno da África, localizada em Camp Lemonnier, Djibouti, a maior base norte-americana na África. Ali há mais de 4.000 militares estadunidenses, enquanto outros mil estão colocados em várias outras partes da região.

•    Além disso, a Casa Branca ordenou em 2013 o despegue de mais de 500 recrutas da Marinha na Base Militar de Rota, no sul da Espanha, cuja missão é atuar como elemento de intervenção rápida em caso de ameaça aos interesses dos Estados Unidos em território do continente africano.

•    Nos últimos anos unidades da Primeira Divisão da Infantaria do Exército estadunidense , com sede em Fort Riley, estado de Kansas, participaram em mais de 100 exercícios e treinamentos de cerca de 40 países da região.

•    Segundo o Pentágono, mais de 64.000 militares estadunidenses estão estacionados na Europa, em bases na Alemanha, Espanha, e repúblicas ex-soviéticas do Báltico, e outros 3.000 na Turquia. Nos últimos anos Washington incrementou suas atividades bélicas no contionente europeu, ações que tem sido denunciadas pela Rússia como uma ameaça aos seus interesses.

•    Na América Central e América do Sul há quase 6.000 militares estadunidenses. Na área do caribe, o Pentágono mantém uma presença naval permanente, com o pretexo da luta anti-drogas, enquanto que em Cuba existe a base de Guantánamo, localizada dentro da ilha, contra o governo cubano.

•    Os Estados Unidos interferiram em pelo menos 201 conflitos violentos desde a última grande guerra. Um triste recorde de promoção média de três guerras por ano no transcurso de 70 anos.

São quase 200 mil soldados espalhados por todo o mundo, fazendo guerra. Não foram computados os dados dos números de agentes secretos da CIA e outras agências de igual teor, também espalhados pelo planeta, criando o caos e o terror, preparando os conflitos.


Traduzido do sítio Librered.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.