sábado, 27 de fevereiro de 2016

Antonio Veronese- A “elitezinha” é a mais grave das nossas seculares endemias …


Antonio Veronese


A “elitezinha” não compra  disco de  João Gilberto,  não conhece a pintura de Portinari, nunca leu Sagarana de Rosa,  ignora o comunistinha do Niemeyer, não perdoa o “cubismo” (?!) de Chico Buarque, nunca visitou a fantasia de Francisco Brennand em Recife, não sabe “o que esse Krashberg está fazendo em cima da arvore”…  Ela nunca ouviu o Ballet do Uirapuru de Villa, não foi apresentada a Camargo Guarnieri, nem a Radamés Gnatalli, João Cabral de Mello Neto, Bidu Sayão, Nelson Freire, Clarice Lispector…. Nossa elitezinha não perde tempo com essas bobagens!! Ela está profundamente concentrada em atacar os “petralhas do mensalão”! Nossa elitezinha é a mais grave das nossas seculares endemias

2 comentários:

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.