quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

FMI, gorilas e mídia patronal, eis a trindade satânica em seu esplendor

Sanguessugado do Bourdoukan

Georges Bourdoukan  

                         
Fila da pobreza aumenta cada vez mais na Grécia

O Fundo Monetário Internacional não está satisfeito com a Grécia.

Quer, porque quer, lamber até a última gota de sangue dos descendentes de Aristóteles.

Para os leitores que não têm tempo de recorrer à memória, o FMI é aquele organismo que cansou de humilhar o povo brasileiro quando o país era governado pelos filhotes da ditadura.

Ou dos representantes dos coxinhas e paneleiros.

Agora ele é quem deve ao país.

Mas independente disso, e apesar de ter demonstrado nesses anos todos que sempre foi dirigido por incompetentes, continua mandando nas nações periféricas.

Seus diretores não perdem o hábito da gula.

São insaciáveis.

Sua máxima : o que é meu, é meu, o que é seu é meu também.

E essa turma de picaretas e trambiqueiros só não foi escorraçada graças à mídia servil e corrupta.

Que lhe dá apoio incondicional.

Os governos Lula e Dilma, que passaram a ser credores dessa entidade que jamais conseguiu sucesso em sua empreitada de resolver a situação econômica de qualquer nação, cansaram de apanhar (e continuam apanhando),dos saudosos da Casa Grande.

Essa mesma mídia que não se cansa de dirigir suas baterias contra a Venezuela de Hugo Chávez.

Talvez porque Chávez conseguiu aprovar uma lei que garante o salário mínimo de 700 dólares (o maior da America Latina).

Aprovou também semana de 40 horas;

Descanso remunerado de dois dias;

Proibição da terceirização em empresas estatais;

Licença-maternidade remunerada de seis semanas pré-parto e vinte semanas pós-parto,

Licença-paternidade remunerada de seis semanas,

Estabilidade de emprego para o casal durante dois anos após o parto.

Convenhamos.

É assustador o que esse militar venezuelano andou aprontando.

Ao contrario dos gorilas daqui que sentiam um prazer imenso em torturar, assassinar e cremar brasileiros que lutavam por um Brasil solidário e mais justo.

E com apoio da mídia patronal.


FMI, gorilas e mídia patronal, eis a trindade satânica em seu esplendor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.