sábado, 5 de setembro de 2015

Como é o jogo político no Palácio

Sanguessugado do GGN

Luis Nassif

Funciona assim:

1. Os repórteres andam atrás de conflitos. Conflito rende matéria, acordo não rende.

2. A cada escorregão verbal de adversários, o Ministro-Chefe da Casa Civil Aloisio Mercadante passa declarações em off torpedeando o incréu. Em geral para os setoristas políticos. As declarações são atribuídas ao impessoal "Palácio".

3. Aí o Ministro da Secretaria de Comunicação Edinho Silva monta alianças políticas para se defender. E com quem? Isso mesmo: com a revista Veja e com o titular da coluna Radar. A moeda de troca é a possibilidade de um almoço com a presidente. Aí o Radar solta nota dizendo que o Edinho é o apaziguador e levantando sua bola. Desde que seu nome foi mencionado de raspão na Lava Jato, Edinho virou o que em linguagem crua se chama de "pato manco". E procura se blindar de ataques indo comer no cocho do inimigo.

São esses gigantes da política que ajudam a opinião pública a ter uma noção cristalina, objetiva e definitiva de que a articulação política do governo Dilma é uma zorra total.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.