quinta-feira, 14 de maio de 2015

OMS confirma relação ao uso do glifosato com o aparecimento de câncer

Via MST

A partir dessa confirmação, especialistas do mundo todo querem pedir a proibição do uso do herbicida.

Da Página 12

A Organização Mundial da Saúde (OMS), publicou um relatório em que confirma que o agrotóxico Round Up (também conhecido como glifosato), produto fabricado pela multinacional Monsanto, é um agente potencialmente causador de câncer, mais precisamente o linfoma Non-Hodgkin.

A OMS confirmou em relatório que o  Round Up (também conhecido como glifosato), produto fabricado pela multinacional Monsanto causa danos genéticos em seres humanos.

Após a publicação do estudo, investigadores, profissionais de saúde e organizações sociais exigiem que medidas urgentes para proteger as populações seja implementadas.

Na Argentina 200 milhões de litros de glifosato são utilizados por ano o que afeta mais de 28 milhões de hectares de plantação.

Já o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, sua classificação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em termos de toxicidade humana é de nível IV, o que o coloca apenas como ligeiramente tóxico.

Além da Monsanto, o glifosato é produzido Syngenta, BASF, Bayer, Dupont, Dow AgroSciences, Athanor e Nidera, entre outros.

Recentemente estudos publicados no International Journal of Environmental Research and Public Health sugeriram também a ligação do glifosato com a doença crônica renal de origem desconhecida (CKDu, na sigla em inglês), que afeta principalmente os produtores de arroz no Sri Lanka. Essa descoberta fez com que o país fosse o primeiro no mundo a proibir a venda e o uso do pesticida em todo o seu território.

Para ler detalhes do estudo, clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.