quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Deus é fiel.

GilsonSampaio

Deus é fiel.

Fiel depositário é um termo jurídico usado para designar um indivíduo a quem a Justiça confia um bem durante um processo. É responsabilidade do fiel depositário zelar pela conservação do bem, sob pena de prisão, caso não o faça.

Em alguns ofícios, o ego infla em tal proporção que tais trabalhadores são acometidos de complexo de Deus e, como se sabe, Deus é onipotente, onisciente e onipresente, portanto, inalcançável a crítica e a justiça humana.

Parece ser esse o caso do juiz(?) que julga(?) o caso de Eike Batista.

Não contente em se autonomear fiel depositário dos bens do réu, já deu um rolezinho com o Porsche do empresário e, agora, ficamos sabendo que o piano de cauda está guardado em sua residência celestial.

Vai ser fiel assim no paraíso.

Isso pode, Arnaldo?

Ou melhor, senhores e senhoras do Conselho Nacional da Justiça, isso pode?

A casta judiciária vai ao paraíso, vai, não!, já está no paraíso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.