quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Cultura Inútil: Paz, amor e rapadura!

Via Boitempo

Mouzar Benedito

15.01.13_Mouzar Benedito

 

“Paz e amor”, era lema do movimento hippie em 1968. Mas no Brasil, esse lema é muito anterior. Nilo Peçanha era vice-presidente da República, morreu o titular, Afonso Pena, em junho de 1909, e ele assumiu o governo dizendo que seu governo seria “de paz e amor”. Por falar nisso, os hippies se cumprimentavam mostrando os dedos indicador e médio abertos (como o V de vitória), significando paz e amor. Mas aqui havia uma gozação. Diziam que o cumprimento de hippies cearenses era levantando três dedos (o indicador o médio e o anular), significando “paz, amor e rapadura”.

* * *

Sinclair Lewis (1885-1951) primeiro estadunidense a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura, em 1930; Edgar Allan Poe (1809-1849), considerado pai da moderna literatura detetivesca; Eugene O’Neill (1888-1853) outro estadunidense que ganhou o Nobel de Literatura (em 1936); Paul Verlane (1844-1896), poeta francês; Jack London (1876-1916), escritor genial dos Estados Unidos; Dylan Thomas (1914-1953), poeta nascido no País de Gales; F. Scott Fitzgerald (1896-1940), mais um grande escritor estadunidense… O que esse pessoal todo tinha em comum? Eram alcoólatras, assim como as cantoras Edith Piaf e Janis Joplin, o ator Douglas Fairbanks Jr., a dançarina Isadora Duncan, o escritor Ambroise Pierce, o general Ulysses S. Grant e o rei Eduardo VIII, da Inglaterra.

* * *

Em Portugal havia uma tradição de, quando resolviam expulsar de uma cidade algum vagabundo, bêbado ou malandro, irem tocando tambor (também chamado caixa) atrás dele, até os limites da comunidade. O sujeito era “corrido”, tocado pra fora, sob vaias e gritarias, e isso era considerado uma vergonha. Sair a toque de caixa é uma expressão que veio desse costume português.

* * *

Pádua, na Itália, tinha o nome latino de Patavium. Lá nasceu, no ano 59 a.C. o historiador Tito Lívio, que morreu em Roma no ano 17 d.C. Frequentou a corte de Augusto e era ironizado por se opor ao imperador. Como falava usando expressões de sua terra, Patavium, era ironizado também por isso. Diziam que não entendiam patavina, quer dizer, a língua falada em Pádua.

* * *

Assim falou Mário Quintana: “Minha vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor”.

* * *

Muita gente acredita que vestir agasalho pelo avesso dá azar. Mas tem um jeito de evitar essa má sorte: logo que perceber que a roupa está do avesso, dar três voltas em torno de si mesmo.

* * *

A vida sexual de certos seres não é atraente para nós. O percevejo, por exemplo, fura as costas da fêmea com um ferrão que têm à frente do pênis, ejacula nesse buraco e o esperma entra no sangue dela até encontrar os ovários. O escorpião macho agarra a fêmea pelas pinças, ejacula no chão e a arrasta para que o órgão reprodutor dela entre em contato com os espermatóforos. Os pinguins imperadores só fazem sexo uma vez por ano, e a transa dura dois a três minutos. Mas a fama de safados dos macacos se justifica no caso dos chimpanzés, que fazem masturbação mútua e têm práticas orais. As fêmeas são insaciáveis (ninfomaníacas?) no período de fertilidade e podem ter mais de vinte relações sexuais num dia.

* * *

Maomé aconselhava: “Comam romã. Ela expurga o ódio e a inveja”.

* * *

O Jornal Nacional, da Globo, foi ao ar pela primeira vez em 1o de setembro de 1969. Recebeu esse nome porque era patrocinado pelo Banco Nacional, de Magalhães Pinto, um dos líderes do golpe de 1964. Os apresentadores eram Hilton Gomes e Cid Moreira.

* * *

A goma arábica, extraída de uma árvore do gênero das acácias abundante na Arábia, já era conhecida no Egito 17 séculos antes de Cristo.

* * *

Até 1906, nos Estados Unidos, podia-se comprar em lojas ou mesmo por reembolso postal, medicamentos contendo morfina, cocaína ou heroína. Nesse ano foi promulgada a Lei dos Alimentos e Drogas Puras. Em 1914 uma lei passou a regulamentar a venda de ópio e derivados. Em 1918 a Liga Antibar afirmava que o comércio de bebidas alcoólicas era uma atividade “antiamericana, pró-alemães, geradora de crimes, desperdiçadora de alimentos, corruptora da juventude, destruidora de lares e traição inominável”. No ano seguinte, acrescentaram à Constituição dos EUA a 18a Emenda, que ficou conhecida como “Lei Seca”, proibindo a venda de bebidas alcoólicas. Ela foi revogada em 1933.

* * *

Segundo um ditado brasileiro, se ferradura desse sorte burro não puxava carroça. Mas muita gente poderosa acreditava nos poderes dela. O presidente Harry Truman tinha uma em cima da porta de seu gabinete, e o almirante Lord Nelson mandou pregar uma no alto do mastro de sua nau capitânia.

* * *

Nós, brasileiros, estranhamos certas palavras em línguas nórdicas, cheias de consoantes e quase sem vogais, mas eles também devem estranhar – pelo motivo oposto – algumas palavras do nosso vocabulário, cheias de vogais. Uma palavra da língua “brasileira” tem cinco vogais juntas: piauiense. Digo língua “brasileira” porque tem a terminação portuguesa, mas deriva do tupi. Piauí, nesta língua, significa rio do piau. Piau, nome de um peixe, por sua vez, significa pele manchada. Ele é conhecido também pelos nomes piaba, piapara e canivete.

* * *

Assim disse Marques Rebelo: “A sociologia é inimiga da perfeição”.

* * *

Segundo o livro Would You Belive It? (Você acreditaria nisso?), de Deidre Sanders, Dick Girling, Derek Davies e Rick Sanders, publicado em 1973, na época um décimo da renda nacional dos Estados Unidos estava nas mãos do crime organizado.

* * *

As duas cidades de maior altitude do continente africano ficam na Etiópia: Adis Abeba (2.408m) e Asmara (2.374m).

* * *

Em meados da década de 1970, a média de vida na Guiné (África) era de 27 anos (26 para os homens e 28 para as mulheres). Na Suécia era de 74,2 anos (71,8 anos para os homens e 76,5 para as mulheres). No Brasil era em torno de 58 anos.

* * *

Em 1809 foi criada uma polícia especial com a função de castigar com chibatadas os escravos dos quilombos e os praticantes de capoeira. A prática da capoeira continuou proibida, na República, era praticada clandestinamente. Em 9 de junho de 1937, depois de maravilhar Getúlio Vargas em Salvador, Mestre Bimba abre a 1a academia de capoeira legalmente registrada. Acaba uma perseguição que vinha de 1890.

* * *

O candomblé era “vigiado” pela polícia na Bahia, os terreiros tinham que ter registro policial. Só em 15 de janeiro de 1976 é que acabou a exigência de registro.

* * *

O conceito de Produto Nacional Bruto (PNB) foi criado por Simon Kuznets, professor em Harvard, nascido na Rússia em 1901 e naturalizado estadunidense. Por causa da criação desse conceito, ganhou o Prêmio Nobel de Economia, em 1971.

* * *

A palavra velhaco, de péssimo sentido, não vem de velho, mas sim do espanholbellaco, significando homem de vida má.

* * *

Para o coroamento da rainha Elisabeth II, na Inglaterra, em 1953, meteorologistas foram procurados para escolherem uma data em que haveria tempo bom, sem riscos de chuvas. Foi escolhido o dia 2 de junho daquele ano. E choveu!

* * *

Tem gente que não vale um tostão, não é? Políticos são muitos assim. No tempo em que o dinheiro brasileiro era o mil-réis, o tostão era uma moeda que valia um décimo de um mil-réis. Com a reforma da moeda em 1942, quando foi criado o cruzeiro, acabaram-se os tostões, mas a palavra continuou sendo usada. E gente que não vale um tostão continuou (e continua) existindo também. Mas qual é a origem da palavra tostão? Vem de testone, quer dizer, cabeça grande, em italiano. É que nas moedas de baixo valor, lá, um dos lados dela tinha o carão do governante da época.

* * *

O nome de Jerusalém – cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos – significa “fundamento de paz”.

* * *

O nome Sabrina é a designação dada pelos judeus a judia nascida em Israel.

* * *

No Brasil, só existiam a loteria federal e algumas estaduais, que consistiam na venda de bilhetes. O jogo do bicho concorria fácil com ela. Mas tudo começou a mudar em 19 de abril de 1970, quando foi lançada a loteria esportiva. Depois dela veio esse monte de jogos que existem, como a mega-sena, a lotomania, a dupla sena e outras.

* * *

Em 1736 foi promulgada na Inglaterra a Lei do Gim, para tornar a bebida tão cara que pobres não poderiam beber muito. Mas houve muitas infrações à lei e o consumo só aumentou.

* * *

Quais foram as últimas palavras de Albert Einstein antes de morrer? Jamais saberemos: ele falou em alemão para uma enfermeira que não entendia essa língua.

* * *

Os árabes escrevem ao contrário de nós, que escrevemos da esquerda para a direita. A escrita japonesa é vertical, do alto para baixo, mas também é “de trás pra frente” em relação à nossa: a primeira página dos livros ou revistas é a nossa última. Os gregos tiveram dúvidas durante muito tempo quanto à direção da escrita. Alternaram várias vezes escrevendo da direita para a esquerda e vice-versa. Só por volta do ano 500 a.C. é que adotaram pra valer a escrita e a leitura da esquerda para a direita.

* * *

As primeiras mulheres europeias a chegarem ao Brasil foram três meninas órfãs enviadas pela coroa portuguesa em 1551.

* * *

Os bebedores de cerveja brasileiros “invejaram” durante um bom tempo o que viam nos filmes norte-americanos: a cerveja em lata, num tempo em que aqui não havia sequer garrafas descartáveis. Para comprar cerveja era preciso levar vasilhames para troca ou pagar um depósito caro, que ficava retido até a devolução dos “cascos”, as garrafas vazias. Brahma e Antarctica reinavam no mercado, mas foi uma fábrica nova que trouxe a cerveja em lata para o Brasil, em 1971, a Skol. O lançamento da Skol em lata no mercado foi em 30 de abril daquele ano. No início eram latas de flandres, mais tarde substituídas por latas de alumínio e mais tarde ainda chegaram as garrafas descartáveis, tipo long neck. No início do consumo de cerveja em lata no Brasil, havia um costume que eu considerava meio besta: espremer limão e colocar sal em cima da lata e beber a cerveja com essa mistura.

* * *

Assim falou Mário Quintana: “A gente deve atravessar a vida como quem está gazeteando a aula, e não como quem vai para a escola”.

* * *

Carlito Maia falou algo que se assemelha ao que disse Mário Quintana: “Vim a este mundo a passeio, não a negócio”.

* * *

O que alguns supersticiosos recomendam que a gente faça para ter boa saúde: pendurar uma réstia de cebola em casa, pendurar no pescoço uma moeda de prata ou uma bolinha de cânfora, carregar sempre uma batata (no bolso, na bolsa…), esfregar alho nos pés e ficar na chuva no primeiro temporal que cair no mês de maio.

* * *

O Manifesto Antropófago e o Tropicalismo têm algo em comum: a data do lançamento, 1o de maio, mas com 40 anos de diferença: o Manifesto em 1928 e Tropicália em 1968.

* * *

Os gringos (os legítimos, dos Estados Unidos) têm muitas superstições. Entre elas, coisas que se deve fazer para determinar um futuro para uma criança recém-nascida. Acham que se colocar perto dela uma bíblia, ela terá bom coração; se colocar uma moeda, vai ter muito sucesso com grana; um livro, vai ser intelectual; uma fralda, vai ter muitos filhos… Mas cuidado: se colocar perto dela um baralho, será uma jogadora.

* * *

Na Copa do Mundo de 1970, no México, em que a seleção brasileira foi considerada uma das melhores de todos os tempos, e tornou-se tricampeã, todos os atletas jogavam em times brasileiros. O time que mais cedeu jogadores para a seleção foi o Santos (Pelé, Edu, Clodoaldo e Joel). Duas equipes cederam três jogadores: Cruzeiro (Tostão, Piazza e Fontana) e Botafogo (Jairzinho, Paulo César Caju e Roberto). Três cederam dois: Corinthians (Ado e Rivelino), Palmeiras (Leão e Baldocchi) e Fluminense (Félix e Marco Antonio). Cederam um jogador as equipes do Flamengo (Brito), São Paulo (Gerson), Atlético Mineiro (Dario), Grêmio (Everaldo) e Portuguesa (Zé Maria).

* * *

Alguém acha que é possível juntar cinco jogadores que em seus respectivos times jogam com a camisa 10 e dar certo? Pois em 1970, deu: Pelé, Tostão, Gerson, Jairzinho e Rivelino eram camisa 10 no Santos, Cruzeiro, São Paulo, Botafogo e Corinthians.

* * *

Nessa Copa de 1970 houve um monte de novidades. Uma delas: o televisionamento direto para países de várias partes do mundo, inclusive o Brasil. Foram 50 países que receberam o sinal. Outra: permissão para substituir até dois jogadores durante a partida. Antes disso, se um jogador se machucasse, azar: jogava-se com um jogador a menos. Pela primeira vez foi criada uma bola especialmente para a Copa, pela Adidas. E para terminar, foi quando começou a se usar os cartões, em vez de fazer advertências verbais. O primeiro a receber um cartão amarelo foi o russo Lovchev, no jogo inaugural, conta o México. Nenhum jogador foi expulso nessa Copa.

* * *

Assim falou o Marquês de Maricá: “Os homens são como os relógios: uns se atrasam, outros se adiantam, poucos regulam bem”.

***

Gostou? Confira outras colunas da série “Cultura Inútil”, de Mouzar Benedito clicando aqui.

***

Mouzar Benedito, jornalista, nasceu em Nova Resende (MG) em 1946, o quinto entre dez filhos de um barbeiro. Trabalhou em vários jornais alternativos (Versus, Pasquim, Em Tempo, Movimento, Jornal dos Bairros – MG, Brasil Mulher). Estudou Geografia na USP e Jornalismo na Cásper Líbero, em São Paulo. É autor de muitos livros, dentre os quais, publicados pela Boitempo,Ousar Lutar (2000), em co-autoria com José Roberto Rezende, Pequena enciclopédia sanitária (1996) e Meneghetti – O gato dos telhados (2010, Coleção Pauliceia). Colabora com o Blog da Boitempo quinzenalmente, às terças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.