sábado, 17 de janeiro de 2015

Crianças roubadas pela ritalina

GilsonSampaio

Por conta dos excessos, são roubadas às crianças a possibilidades da construção da própria história.

10527794_944314972246495_7112044948571914701_n

História de criança tem briga, topada, pedrada, tombo, unha arrancada, história inventada, medição de pinto e de peito, braço quebrado, banho de chuva, tombos, arranhões, puxão de cabelo, beliscão, bicho de estimação, super herói, medo de assombração, esporro da fessôra, esporro do pai ou da mãe, assalto ao estojo de maquiagem, desfile com a roupa da mãe, meleca debaixo da mesa, peidos sem vergonha, bullying, apelidos eternos, tocar a campainha ou interfone e sair correndo, coisa gosmenta nas maçanetas  e …criatividade sem limites.

Ritalinadas, que história própria construirão?

Qual a consequência  na vida adulta sem a ritalina?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.