segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Eu não votei na Monsanto, nem no FED, nem num banco, nem numa construtora…

GilsonSampaio

Eu não votei na Monsanto, nem no FED.

Minha ameba lobotomizada é dada a rompantes e é muito mandona. E observando o velho ditado que diz "manda quem pode, obedece quem tem juízo", eu que não sou tão besta assim, prolato a sentença dela sobre o palpitante tema Corrupção:

- Brigam Espanha e Holanda pelos direitos do mar, ops!, não é nada disso.
Vamos ao que interessa:corrupção.

Todo mundo discutindo tipos de corrupção e poucos nominam abertamente a mais abjeta  e camuflada delas, um crime continuado contra povo brasileiro, coxinha ou não.

Em teoria, depufedes federais, depufedes estaduais e senabostas seriam os representantes do povo, e como eles precisam de muito dinheiro para as respectivas campanhas recorrem a empresas, e, estas, naturalmente, têm altos interesses na aprovação ou não de leis que as interessem para acumulação de lucros, essa é a natureza delas, um possível bem para o país é efeito colateral.

A natureza de depufedes federais, depufedes estaduais e senabostas é de se manterem no poder.

Não é preciso muito esforço mental para deduzir a quem esses aparentemente impolutos senhores e senhoras que aparecem nas tv's engomados e maquiados servem de verdade.
Esse é um crime de corrupção e estelionato continuados que precisa ser escancarado, denunciado continuamente até que todos saiam pras ruas exigindo mudança.

Estes mesmos depufedes federais já sepultaram a participação do povo nas políticas do governo através da regulamentação já prevista na constituição federal através dos Conselhos Sociais, uma entidade consultiva, sem poder deliberativo.

Um dos mantras pétreos do meio publicitário é 'a propaganda é a alma dos negócios', para essa classe política vale a inversão: 'o silêncio das alcovas do poder é a alma dos negócios e renovação do mandato'.

Reforma política sem eleição de uma Assembléia Constituinte e com rígida democratização das propagandas eleitorais é enganação.

Eu não votei na Monsanto, nem no FED.

A maioria dos congressistas não representam nenhum coxinha ou não coxinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.