sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Se Aécio e Dilma tiverem bom senso, estão com vergonha desse debate

Sanguessugado do Sakamoto

Leonardo Sakamoto

Não vou dizer que chegamos ao fundo do poço porque o poço não tem fundo.

Mas depois de ver a sessão de caneladas de comentarista de internet, ops, o debate presidencial desta quinta (16), sinto-me um ser humano um pouco pior.

Parabéns ao PSDB e ao PT e aos marqueteiros das campanhas que treinaram seus candidatos para cometerem aquele show de horrores.

Isso certamente atendeu a cálculos sofisticadíssimos e obedeceu às orientações tiradas de grupos de controle que assistiam ao debate e comentavam, a partir de salas climaticamente controladas, com salgadinhos e sucos de caixinha, o desempenho dos candidatos.

Só esqueceram de pensar no interesse público. Com um milhão de assuntos para tratar, giravam em torno dos mesmos. Se pelo menos respondessem à pergunta um do outro, melhor.  Mas não, tergiversavam. Ou respondiam acusações com mais acusações.

“Que dia é hoje?'' “Banana, candidato, banana.''

“Que horas são?'' O sofá é de veludo, candidata.''

Ou as campanhas aceitam mudanças no formato dos debates – com a introdução de perguntas externas por jornalistas ou eleitores e um mediador que não seja apenas bedel de tempo, mas questione e garanta que as indagações sejam respondidas – ou é melhor parar de brincar.

Sugestão: se os partidos não confiam no taco dos seus candidatos a ponto de deixarem os dois engessados a respostas vagabundas, circulando feito baratas tontas em meia dúzia de temas, bora fazer o seguinte: tira Aécio, põe Fernando Henrique, tira Dilma, põe Lula. E deixa os dois debaterem livremente como porta-vozes da visão de mundo de cada um dos grupos que disputa o poder.

Porque, no final das contas, é o que todos querem saber: qual o modelo de condução do país. E para aonde ele vai nos levar.

Aliás, se Dilma e Aécio tiverem um mínimo, um mínimo de bom senso (e eu acho que eles têm porque são melhores do que isso), deveriam estar agora com vergonha do atentado que ajudaram a cometer.

Um comentário:

  1. amigo, discutir o QUE com QUEM? esse é o tipo de procedimento da esquerda que a direita adora. amigo o "cara" não tem propostas não tem projetos. o "cara" é um boçal que só sabe agredir, protegido por uma imprensa nojenta. a estratégia da DILMA está certa: DETONAR ESSE "COISA" INFAME.

    ResponderExcluir

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.