segunda-feira, 20 de outubro de 2014

FHC: Quem te conhece não compra jamais

via feicibuqui Palmério Dória

O LESA-PÁTRIA

Barbosa Lima Sobrinho, advogado, historiador, jornalista e várias vezes presidente da ABI, aos 102 anos não havia perdido a capacidade de se indignar. A extinta revista Bundas, editada no Rio pelo cartunista Ziraldo, o entrevista no número de 18 de junho de 1999, e a primeira pergunta é:

"Em 1968 o senhor quase teve um infarto por causa do marechal Castelo Branco, que estava entregando nossas riquezas ao estrangeiro. Como é que o senhor conseguiu sobreviver a Fernando Henrique, que está entregando tudo de mão beijada?"

"Sinceramente, não sei como sobrevivi", responde Barbosa Lima Sobrinho, e narra o seguinte, para explicar por que considera FHC uma desonra para o país:

"O pai de Fernando Henrique, general Leônidas Cardoso, e o tio, general Felicíssimo Cardoso, eram nacionalistas. Seu pai, eleito deputado federal com o apoio dos comunistas -- que estavam na ilegalidade desempenhou seu mandato na Câmara inspirado em ideais nacionalistas. O filho, atual presidente da República, não honrou o nome do pai nem a tradição da família. Empenhou o genro numa agência empenhada numa política declaradamente antiPetrobras.
Gostaria de contar uma história: em 1968 houve uma reunião da Campanha Nacional de Defesa da Amazônia na casa do general Felicíssimo Cardoso, presidente da comissão. Discutia-se a redação de um documento de defesa da Amazônia. Henrique Miranda, hoje diretor da ABI sugeriu que se mandasse o texto para Fernando Henrique, em São Paulo, para que ele divulgasse e colhesse mais assinaturas. Aí o general Felicíssimo disse:

"Pode mandar, Miranda, mas este meu sobrinho não é de confiança."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.