terça-feira, 28 de outubro de 2014

Corruptos, corruptores e a hipocrisia da "gente de bem"

Sanguessugado do Carlos Motta

Combater a corrupção é fundamental para que o Brasil seja ainda melhor do que é.
Mas o combate tem de ser de verdade, não esse de mentirinha que os nossos prezados tucanos apregoam.
Aécio teve o cinismo de dizer, nesse último debate televisivo, que para acabar com a corrupção era só tirar o PT do poder!
Como um político que quer ser levado a sério diz uma imbecilidade dessas?
Ora, a corrupção existe no Brasil desde os tempos de Cabral.
É uma das práticas favoritas não só de políticos, mas de empresários - não existe corrupto sem corruptor, não é? - e dos cidadãos comuns, esses mesmos que escrevem essa besteirada toda nas redes sociais de que estão fartos da corrupção do PT.
Um monte de "gente de bem" vive de carteiradas, de pequenos golpes que aplicam no dia a dia, de expedientes e jeitinhos.

Você dá uma volta na sua cidade e em 10 minutos observa não sei quantas infrações no trânsito.
Vai ao supermercado e vê a vaga de estacionamento de idosos e deficientes físicos tomada por carrões dirigidos por peruas loiras e rapagões sarados.
Conheço gente que se orgulha de fazer "gato" do sinal da NET e de ter sonegado o Imposto de Renda.
E os nossos queridos médicos, dentistas, advogados, que nunca emitiram uma nota fiscal na vida toda?
E os comerciantes, então, que só dão a nota se a gente implorar?
Ora, quem são essas pessoas para cobrar o fim da "corrupção do PT"?
Que exemplos eles dão aos seus filhos, infringindo as mais elementares leis?
O combate à corrupção deve ser sistemático, sem trégua.
Lembro a todos que foi no governo Lula que se criou a Controladoria-Geral da União, que tem feito um trabalho incessante contra a corrupção.
Lembro ainda que foi Fernando Haddad que criou órgão semelhante na Prefeitura de São Paulo.
Esses são bons exemplos institucionais de como combater a corrupção.
O trabalho da Polícia Federal é outro.
Seu desempenho sob os governos petistas é prova que o país evoluiu muito nesse quesito.
Agora, o cidadão comum também tem de colaborar - e não ficar só nesse discurso babaca de que o PT é culpado de tudo, de que os políticos são corruptos, isentando todos os outros atores, inclusive ele próprio, do crime.
No fundo, o que eu acho é que as pessoas não conseguiriam sobreviver sem aquela corrupçãozinha do dia a dia e morrem de medo que tenham, eventualmente, de pagar pelo que fazem com a maior naturalidade do mundo.
Só para terminar: será que esse pessoal "anticorrupção" toparia endurecer a lei, como querem covardemente fazer com os menores de idade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.