quinta-feira, 31 de julho de 2014

Lição 1 de Titio Dequinel: o que é descerebrado?

Paulo Roberto Cequinel

Bom dia, crianças!

Hoje Titio Dequinel vai explicar o significado da palavra descerebrado. Estudem bem, vai cair na prova de outubro!

Condição caracterizada por postura anormal decorrente do conflito entre "ser contra a corrupção" e a decisão de votar em Aécio Neves, com lesões dolorosas do tronco cognitivo-político.

Pode ocorrer como manifestação política ou induzida experimentalmente, em geral por grandes veículos da mídia, em tucanos, inclusive os tucanos-esticadinhos, como Álvaro Botox Dias, em tucanos-engomadinhos como Beto Richa e em jaguaras de diferentes origens.

Os reflexos são exagerados levando à extensão rígida dos membros acompanhada de antipetismo histriônico e viralatice aguda. Esta condição normalmente é causada por lesões que ocorrem na região sudeste do córtex cerebral, e normalmente consiste de dano cerebral difuso, o que leva os descerebrados a acreditar que estamos no limiar de uma ditadura comunista.

(Tradução livre do original: Xequinel et al., Principles of Tucanology, 6th ed, p358).

Comentário da minha ameba lobotomizada:

Data venia, peço desculpas ao augusto, Ave César!, Traulitatus Doisbertum Cequipimentorae in rebus outrem refrescorum est, por tê-lo(ai) indicado a uma cadeira na casa dos imortais da ABL. Retiro a indicação por humanismo extremado, pois, sei que o prolatado Prínciples of Tucanology se descerebraria ao primeiro chá servido com biscoitos por Sarney, FHC e... Paulo Coelho.

Ipse dixt.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.