domingo, 30 de março de 2014

A sinuca de bico de Putin em Obama

Via Tribuna da Imprensa

Putin deu xeque-mate em Obama, ao lhe pedir uma proposta de paz para a Ucrânia

 

Carlos Newton

Foi uma jogada de mestre em xadrez político. O  primeiro contato telefônico do presidente russo Wladmir Putin com o norte-americano Barack Obama, desde que Washington impôs sanções à Rússia, pegou de surpresa o governante dos EUA. Em longa conversa telefônica, Putin pediu para Obama apresentar uma proposta com o objetivo de pôr fim à crise na Ucrânia, que teme uma invasão russa após a perda da Crimeia.

Putin sabe que Washington não tem nenhuma proposta viável a apresentar, porque a Ucrânia vive uma fase tenebrosa, com recrudescimento do nazifascismo, circunstância crucial que a imprensa do Ocidente estranhamente está omitindo ao descrever a tendência pró-Europa de um país em gravíssima crise econômico-social. A situação é de pré-guerra civil e pode haver separatismo de outras províncias pró-Rússia.

A imprensa ocidental também omite o fato de que a Ucrânia não tem a menor condição de ser aceita como país-membro da União Europeia e de vir adotar o euro. As exigências do bloco comercial para admissão de novos associados são muito severas, e a atual crise internacional não permite que se abram exceções. Na verdade,

a Ucrânia continua economicamente dependente da Rússia, uma realidade que nem EUA nem União Europeia têm interesse  ou condições de modificar.

Diante desse quadro, aguarda-se com muita ansiedade a proposta que Barack Obama ficou de apresentar. Vamos esperar. Sentados, claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.