terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Serra anuncia candidatura e o PT entra em parafuso. Porquê?

GilsonSampaio

Eu e minha ameba lobotomizada estamos meio que absurdados com a notícia de que Serra, o Mitômano, será candidato a prefeito de São Paulo. Ainda não conseguimos apreender o significado real de tão tresloucada notícia. Vamos a pergunta que não quer calar.

Como que um político que tem a família denunciada em roubalheira monumental no livro Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr, pode aspirar a qualquer cargo eletivo? Ainda por cima, sob ameaça de ter a vida devassada e devastada por uma CPI.

Tá certo que os paulistas têm predileção por políticos tipo “rouba, mas faz” como Adhemar de Barros e Maluf, em compensação, esses dois são ladrões de galinha quando comparados à quadrilha familiar do Mitômano. Com 35% de rejeição e com acusações inevitáveis durante a campanha é um risco alto confiar na predileção paulista, fora a declaração registrada em cartório de que não renunciaria à prefeitura para concorrer à presidência, promessa essa que não se cumpriu e, não fosse a mídia tão golpista, o Mitômano sequer se elegeria síndico de conjunto habitacional.

Estaria a tucanalhada se vingando e descartando  para todo o sempre o desagregador?

E o PT?

O PT tem medo de quê?

Porquê, num quadro como esse, o PT se alvoroçou e entrou em prontidão?

A conclusão a que chegamos, eu e minha ameba lobotomizada que não fomos dotados de muitas luzes, é a única possível que nos coube: a CPI da Privataria foi pras calendas em troca do fogo baixo da tucanalhada no julgamento do mensalão.

Alguém tem outra explicação para um partido que tem a oportunidade de pulverizar o adversário, temer esse mesmo adversário?

2 comentários:

  1. Meu protozoário anencéfalo e eu, nesta ordem hierárquica, permitimo-nos divergir de você e sua ameba lobotomizada:
    1. Não serão tucanos os que prolatarão sentença no caso do mensalão que, aliás, ainda está para ser comprovado pois o que de fato existiu foi caixa dois, o que é muito grave, é claro. Mensalão nos remete a pagamentos regulares e mensais e, façamos as contas, dos atuais 39 réus creio que mais de trinta são petistas, inclusive alguns que sequer tinham mandato (Henrique Pizolatto) e João Paulo Cunha (que era presidente da Camara e não votava). Ora, por que o PT pagaria propinas para seus próprios integrantes?
    2. O MPF, pelo que sei, acusa que o esquema teria feito pagamentos a deputados da base aliada (uma meia duzia, se tanto) por ocasião de três votações (não lembro os temas). Tais deputados, comprovadamente, vinham votando com o governo antes da história do mensalão. Na minha opinião, e é só isso, uma opinião, não houve mensalão coisa nenhuma. O PT acreditou que jogando o jogo como todos os partidos jogam não poderia ser acusado e tratou de operar por fora. Ferrou-se.
    3. Ademais, não sei como os tucanos de São Paulo poderiam ligar Haddad ao mensalão, até porque não há mesmo nenhuma ligação.
    4. Esta "troca" - CPI abafada por pegar leve no mensalão não faz sentido para o PT que tem, nas provas trazidas a lume pela Privataria Tucana, munição de sobra que pode atingir diretamente o patifão do são josé serra atingido.
    5. Talvez a CPI seja abafada por outras razões, especialmente porque os "mensalões" de Eduardo Azeredo e do PT tem Daniel Dantas com o origem da grana. Não sei.
    6. Meu protozoário toparia continuar mas eu e minhas poucas luzes não conseguimos avançar.
    7. Valeu o aviso sobre os problemas do meu blog. Estou tentando entender e/ou encontrar alguém que entenda.
    Grande abraço,
    The Sulphur Ornitorrinco Corporation

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo,
      Eu e minha ameba tínhamos escrito uma longa argumentação, aí a porra da conexão caiu e tudo se perdeu.
      O resumo: é tudo muito nebuloso.

      Excluir

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.