quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A Organização das Nações Unidas(ONU) está possessa.

Sanguessugado do Bourdoukan

Para que serve a ONU?

A Organização das Nações Unidas(ONU) está possessa.

É que estudantes iranianos resolveram fazer uma limpeza na embaixada do Reino Unido.

A ONU até divulgou um comunicado no qual pede às “autoridades iranianas que protejam os diplomatas".

Nada contra o comunicado se ele fosse feito por gente honesta e não por gângsteres.

Quer dizer que o Conselho de Segurança da ONU protesta contra a invasão de uma embaixada e não se incomoda com a invasão, ocupação e saque de países?

Cadê o protesto contra a invasão e assassinato em massa da população civil do Iraque?

Do Afeganistão?

Da Líbia?

Cadê o protesto contra as masmorras de Abu-Ghraib que continuam funcionando a pleno vapor?

Cadê o protesto contra as masmorras de Baghran e Guantánamo?

Cadê os protestos contra a tentativa de invasão da Síria?

Quer dizer que estudantes iranianos invadem ( mas não ocupam) um embaixada que, mais do que embaixada, é um conhecido ninho de espiões e provoca tamanha celeuma?

E mutismo total contra a invasão, ocupação, saques e assassinatos em massa de populações de nações soberanas?

Onde está a autodeterminação dos povos?

Por que a ONU se cala?

Que democracias são essas que invadem países e criam centros de tortura?

Crimes por crimes ( e, por favor, não entendam isso como justificativa) quem assassinou mais, os governantes ou os invasores?

Vejam o caso da Palestina.

Invadida e ocupada por racistas que necessitam criar muros para protegê-los contra o olhar dos diferentes.

Será que os europeus que invadiram a Palestina querem terminar o trabalho que os nazistas não conseguiram?

Exterminar os semitas?

Sim!

Os palestinos são semitas, os autênticos semitas, e não a Babel euro-sionista que invadiu e ocupa o país.

Cadê os protestos da ONU?

Ato falho.

Pedir coerência à ONU é o mesmo que acreditar que países são invadidos em nome de democracias.

Concretamente, a ONU até agora só serviu para duas coisas: inventar uma tribo denominada Israel e chancelar a invasão de nações soberanas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.