domingo, 24 de abril de 2011

Efeito da novela do SBT e do documentário da TV Brasil sobre a ditadura movimenta mídia golpista

GilsonSampaio

Depois da porta arrombada pela TV Brasil com o documentário “O dia que durou 21 anos” e novela do SBT, Amor e Revolução , a midiazinha golpista que se locupletou na ditadura se movimenta timidamente tentando recuperar um pouco de credibilidade.

No grobo, o tema é importante e, ainda assim, é arranhada apenas na sua superfície. São citados nomes mais do que manjados pelo Grupo Tortura Nunca Mais e omitidos os nomes de civis e empresários. A velha história de contar o milagre e não revelar o santo. Se o jornal teve acesso à agenda, não tem desculpa.

Na fôia ditabranda a coisa cai no ridículo depois da exibição do documentário da TV Brasil.

Em 1964, EUA queriam rever negócios com Brasil para ajudar a depor Jango – fôia ditabranda (a matéria pode ser lida no Nassif)

Agenda do sargento que morreu no atentado no Riocentro revela, após 30 anos, rede de conspiradores do período – o grobo

Interessante que o portal do Exército Brasileiro reproduz a matéria da fôia ditabranda. Johnbim cada vez mais é escanteado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.