quinta-feira, 3 de junho de 2010

Deportados é o cacete

GilsonSampaio

A mídia continua cada vez mais sem-vergoinha em seu inexorável caminho destino rumo à mais profunda fossa sanitária. No bom dia Brasil, o enólogo, cumprindo o função de abanar o rabinho vira-lata para o império U$rael, anunciou que a polêmica era saber quem começou as agressões na invasão do barco Mavi Marmara da Flotilha da Liberdade.  Mas o que tem me incomodado mais é a libertação dos sequestrados que é tratada como deportação.

Deportados é o cacete.

O que essa mídia venal não consegue esconder, tenta manipular e desinformar desviando o assunto do foco principal como fez o enólogo. Vamos a alguns fatos:

1 – os barcos se dirigiam a Gaza e não a Israel;

2 – os barcos foram atacados à noite em águas internacionais;

3 – os ativistas foram sequestrados e mantidos em cativeiro;

4 – os ativistas foram resgatados por força da pressão internacional;

portanto, repito, como nenhum ativista entrou em Israel por vontade própria, não poderiam ser deportados.

Deportados é o cacete!

Dicionário Houaiss

Deportação

  • substantivo feminino
    1    ato ou efeito de deportar, de afastar de um grupo social; degredo, banimento, exílio
    2    Rubrica: termo jurídico.
    pena que o Estado impõe ao estrangeiro que se torna nocivo à ordem pública nacional, e que consiste em fazê-lo sair do país, não podendo a ele retornar

2 comentários:

  1. Quem merece cacete é essa mídia suja!
    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Cappacete,
    Quem tem as oligarquias que temos e a sabuja mídia que temos, não precisa de inimigos.
    O gentalha que não vale um tostão.
    Abs
    Inté

    ResponderExcluir

Comentários são como afagos no ego de qualquer blogueiro e funcionam como incentivo e, às vezes, como reconhecimento. São, portanto muito bem vindos, desde que resvestidos de civilidade e desnudos de ofensas pessoais.
As críticas, mais do que os afagos, são benvindas.